Carregando o Mundo!
Viagem

Sigüenza e Zaragoza – Duas paradas no caminho à Barcelona

Deixamos Madrid e seguimos a segunda parte da viagem pela Espanha agora com destino à Barcelona, no caminho fizemos duas paradas  uma rápida em Sigüenza, na província de Guadalajara na região de Castilla e La mancha, para “esticar as pernas” e um pernoite em Zaragoza na região de Aragon.

Sobre Singüenza

Demos uma volta pela cidade pequenina e super charmosa. Aquele esquema cidade medieval que adoro, Plaza Mayor,  a catedral de Santa Maria Maggiore e o Castelo.
Guadalajara Singuenza Castelo dos Bispos
Castelo dos Bispos em Singuenza
O Castelo dos Bispos, foi construído no século XII, praticamente destruído na Guerra Carlista no séculoXIX e na guerra Espanhola no século XX. Recebeu posteriormente uma restauração respeitando os desenhos antigos.  Hoje funciona como hotel da rede Parador.
A cidade é bem pequena mas muito bonita, vale parar para tirar umas fotos, esticar as pernas e levar o filho para brincar no parquinho.
Foi uma visita realmente rápida e logo seguimos viagem.

 Zaragoza

Onde ficar

Nos hospedamos no Apartahotel Les Girassoles e super indico. O Hotel fica exatamente no limite do centro histórico, por isso tem estacionamento. Essa informação é importante porque os hotéis dentro do centro histórico não tem. (pelo menos eu não encontrei nenhum)

Podemos ir caminhando para o centro histórico e curtir tranquilamente. Bem próximo temos diversos restaurantes e bares. O hotel possui cozinha equipada e parece mesmo um apartamento com quarto sala e cozinha em ambientes separados. Muito confortável. Foi maravilhoso nosso pernoite por lá.

Como ficamos somente uma noite, nem fui para cozinha e escolhemos tomar café no hotel mesmo. E eu recomendo, o restaurante fica na cobertura do hotel, tem uma vista bem legal da cidade. A comida também é bem caprichada, com  uma boa variedade e um ótimo atendimento.

Sobre a cidade

Zaragoza, fica na região de Aragon e está exatamente no meio do caminho entre Madri e Barcelona.Por isso, escolhemos fazer um pernoite por lá.
Como ficaríamos pouco tempo na cidade decidimos fazer um passeio de ônibus turístico.
O passeio leva 1h30 e me surpreendeu com a quantidade de parques e praças que passamos.
Infelizmente, o Lorenzo não curtiu porque ele queria descer e desfrutar das coisas…não ficar só ali sentado observando.
Descobrimos a parte nova da cidade, próxima ao rio Ebro um conjunto de Pavilhões construídos para exposição de 2008 sobre água e sustentabilidade. São vários prédios e praças cada um representando nossa relação com água.  Em um deles, no Aquarium, fica o maior áquario fluvial da Europa.
Quase não tiramos fotos, porque o Lorenzo  definitivamente não gostou do passeio no “ônibus branco”. Porque não chegava nunca nossa hora de descer. Pensem em uma criança chilicando, dando pontapés na cadeira da frente, tentando se pendurar para fora do ônibus, arracando os fones de ouvido da mãe com toda a força… enfim foi um tanto traumático esse passeio. A partir daí o ônibus turístico ou ônibus branco virou sinônimo de castigo…
Não que não pudesse descer ao longo do percurso e retornar no próximo ônibus… mas já era final de tarde, e esta era último passeio do dia.
Fiquei um pouco triste por não ter dado tanta atenção a essa cidade no momento do planejamento.  E ter reservado um tempo maior para passear.
 Na parte Antiga , passamos por ruínas e um antigo anfiteatro Romano de quando Zaragoza ainda era chamada de Cesaraugusta. o ponto alto é realmente a Catedral em estilo mudejar! Que é estonteante!  Quando passamos por lá já era noite então a vimos toda iluminada. Foi simplesmente divino.